10 de mai de 2010

Eric’s, o “Cavern” dos anos 70

por FERNANDO CONDE E PEDRO BARBOZA




Entre outubro de 1976 e março de 1980, a cena musical de Liverpool viveu um de seus períodos mais intensos, revelando para o mundo uma nova banda local, o Echo & The Bunnymen, que se não alcançou o nível de popularidade dos Beatles (alguma outra conseguiu?) teve grande influencia sobre artistas da nova geração, como o Coldplay e os Artic Monkeys. No epicentro disso estava o Eric’s, um clube localizado na Matthew Street, a mesma rua do lendário Cavern Club, onde os Beatles fizeram sua primeiras apresentações.
O clube em si, não passava de um porão. Mas seu impacto para a geração de artistas que surgiu em meados dos anos 70 foi tão importante quanto o Cavern havia sido uma década antes. Pelo minúsculo palco do Eric’s passaram bandas em início de carreira, ou que começavam a criar uma reputação, e que logo iriam se firmar como gigantes do rock. Sex Pistols, The Clash, Elvis Costello, Joy Division, Ramones, The Police, e outros tantos fizeram shows antológicos no lugar. Além do próprio Echo & The Bunnymen, o clube “testemunhou” algumas das primeiras apresentações das carreiras do U2 e do New Order.


Porém, o mais interessante sobre o clube era que para freqüentá-lo era preciso ter uma espécie de carteirinha de sócio. O objetivo era permitir que os jovens locais com menos de 18 anos pudessem assistir aos shows. Embora de vida curta, o clube deixou uma marca permanente em toda uma geração. O sucesso do Eric’s foi tamanho que um musical baseado na história do clube estreou em setembro de 2008, no Liverpool Everyman Theatre.






Nenhum comentário:

Postar um comentário