27 de mai de 2010

Guia Analfabeatles

Por BRUNO GOMES


Um guia prático e instantâneo para aquele que não sabe nada de Beatles.

A ideia de um guia prático sobre os Beatles foi inspirada em todas as gerações que não tiveram a oportunidade de viver a efervescência cultural, política e musical da década de 1960, e ainda não estabeleceram nenhum contato com os “Reis iê, iê, iê”. Uma época de transformações e mudanças nas atitudes da juventude, que assumiu de vez o seu protagonismo rebelde na sociedade. Nesse período, o expoente máximo musical foi representado por quatro “carinhas” engomados, que chegaram a ser mais famosos que Jesus Cristo, segundo John Lennon, o mais polêmico integrante da banda The Beatles.

Na condição de um analfabeatles, darei algumas dicas para que você não fique excluído das conversas animadas e nostálgicas sobre os Beatles, e pare de vez de ficar balançando a cabeça positivamente e dizendo “ahã”!



Atenção:

1) O Guia Analfabeatles é totalmente empírico;

2) O risco de você tornar-se um fã dos Beatles é altíssimo;

3) Será difícil você não querer se aprofundar história dessa banda.



Vamos às dicas, analfabeatles!

1ª dica:

Ache um roqueiro, um amante do rock, ou simplesmente alguém que goste de rock, e pergunte ele (a) quem foram os Beatles. Você ouvirá coisas semelhantes a “os Beatles foram os caras que simplesmente revolucionaram a música!”; “Eles foram os divisores de água do rock; os caras que revolucionaram a produção musical no estúdio e criaram tendências até hoje vistas.”


2ª dica:

Conheça a banda de perto. Saiba que os Beatles não são quatro irmãos gêmeos. Todos eles são de uma cidade britânica, chamada Liverpool, onde ficaram famosos, mas não têm nenhum grau de parentesco. São eles: John Lennon (voz e guitarra rítmica), Paul McCartney ( voz e baixo), George Harrisson ( voz e guitarra) e Ringo Starr ( voz e bateria).


3ª dica:

Saiba que, apesar da banda The Beatles ter batido todos os recordes de venda de discos e álbuns, ela teve uma passagem meteórica. Durou apenas 8 anos, a partir da gravação do primeiro compacto “Love Me Do”, 1962, até a dissolução em 1970, por causa das velhas “picuinhas” que toda banda de rock tem.


4ª dica:

Saiba que John Lennon era o cara mais polêmico da banda; era um ícone da rebeldia e liberdade jovem da década de sessenta. Chegou a dizer que “os Beatles eram mais famosos que Jesus Cristo”. Personalidade à flor da pele.







5ª dica:

Saiba que, assim como o Batman - que é conhecido pela sua famosa “batcaverna” - os homens besouros” (Beetles) também tinham inicialmente o seu peculiar esconderijo: o “The Cavern Club”, em Liverpool, onde eles deram o ponta pé inicial rumo à fama. Neste local os Beatles afinaram muitas músicas, até serem descobertos pelo empresário Brian Epstein, o cara que trouxe os besouros à luz da fama.



6ª dica:

Entenda o conceito de “beatlemania”, um termo inventado pela mídia norte americana para caracterizar os fãs histéricos, principalmente as fãs, que se aglomeravam nos aeroportos para ver Paul, John, George e Ringo. Certamente, se você, pesquisar vai encontrar um beatlemaníaco na sua família. Quem sabe a sua mãe?

7ª dica:

Caso você queira comentar algo sobre os Beatles , não fale do joguinho de palavras que eles fizeram para inventar o nome da banda, juntando “Beetles”(besouros) com “ beat”(batida). Isso já está mais que manjado! Brincadeira, agora você já sabe o porquê do nome da banda.





8ª dica:

Saiba cantar pelo menos 2 músicas inteiras. Deixe de cantar apenas refrões do tipo “Hey Jude”. A brincadeirinha infame do “Ei? Ei? Eeei juuude...” já foi. A propósito procure as 10 músicas mais famosas dos Beatles e aprecie. Será difícil encontrar apenas dez.

9ª dica:

Saiba algumas curiosidades. Exemplo: o visual com o cabelo penteado para frente, que muitos adolescentes e vocalistas de bandas de estilo “emo-pop-rock” usam, foi influência direta dos caras que “patentearam” esse look, os Beatles. Eles também foram os pioneiros, dentre outras coisas, a fazer um show de grandes proporções, num campo de futebol.










10ª dica:

Para conhecer os Beatles de verdade, não tenha como fonte um analfabeatles, pois sabemos que ele não entende nada do assunto. É recomendável que você leia e participe do blog que você está conectado agora. Certamente você descobrirá muitas coisas interessantes e divertidas sobre essa banda revolucionária.

Participe do “Guia Analfabeatles” e sugira outras dicas instantâneas, criativas e práticas, que ajudem a aumentar o número de conhecedores dessa banda extraordinária.

2 comentários:

  1. Bruno: se é pesquisa, bacana. Bom trabalho. Se foi criação sua, parabéns. Prova de que quem tem cabelos longos (no seu caso, eriçados), nem sempre tem ideias curtas.
    pc

    ResponderExcluir